Nível de triglicérides alto indica risco de derrame na fase pós-menopausa

Um estudo do NYU Langone Medical Center, nos Estados Unidos, mostra que os fatores de risco para derrame tradicionalmente observados - tais como colesterol alto - não são tão precisos para indicar as chances de uma mulher na pós-menopausa sofrer deste mal. Em vez desses marcadores, os médicos sugerem que o foco seja voltado para os níveis de triglicérides, que serão capazes de indicar quais mulheres podem sofrer com um evento cardiovascular. A descoberta foi publicada na versão online do periódico Stroke.




 


-->